Três lugares

Por Fabiana Novello

Por mais que a gente já tenha ido para uma cidade, acho que sempre há o que descobrir, sempre tem algo novo. Aqui vou falar de três lugares que conheci recentemente em Nova York.

High Line Park

High Line Park

High Line Park

Vento frio, um pouquinho de Sol. Era pouco depois das 10 da manhã quando cheguei. Era uma quarta-feira de maio. Cheguei fácil, de metrô. Subi pela entrada da rua 16. Estava no High Line Park.

O parque foi feito em uma antiga linha férrea elevada que foi desativada na década de 1980. E é um belo exemplo de como as grandes cidades podem aproveitar seus espaços.

Eu caminhei por todo o parque. Há bancos por toda extensão. Nessa época, comida, sorvete e bebidas são vendidos num ponto, logo no início do parque. E o mais bacana pra mim foi observar os prédios, as instalações e os grafites que estão pelo caminho.

O High Line Park fica na parte oeste de Manhattan. Fica aberto todos os dias das 7h às 19h. Não paga nada pra entrar.

 

jardim interno, The Frick Collection

jardim interno, The Frick Collection

The Frick Collection

Na rua 70 com a quinta avenida, na parte leste de Manhattan, bem perto do Central Park, está uma antiga mansão. Linda. A casa foi de Henry Clay Frick, um industrial. Ele morreu em 1919 e sua mulher em 1931. Algumas mudanças foram feitas na casa e em 1935 o museu foi aberto ao público.

Ali estão expostas peças que foram da família. Pinturas, esculturas, porcelanas, objetos de decoração, móveis, cortinas, tapetes. Há um jardim interno que não existia na época em que a família morava no local. Uma beleza! É o único espaço que pode ser fotografado.

Mas a parte mais bonita para mim é a escada, que fica bloqueada. Linda demais. Fique espiando pela sua lateral, tentando descobrir como é o piso superior que também não é aberto ao público. Aos domingos, o visitante paga o que quiser pelo ingresso. Chegue cedo porque logo se forma uma fila para entrar.

 

cachoeira

cachoeira de North Woods, Central Park

North Woods

O Central Park tem diversas atrações. Impossível conhecer tudo de uma só vez. Por isso, acho que o ideal é ir um pouquinho por dia, aí você faz uma caminhada ou corre e assim vai conhecendo o parque.

Um de seus espaços é a North Woods, uma “floresta”. Não costuma estar nos roteiros e eu só conheci porque minha amiga que mora na cidade me levou para essa descoberta.

A floresta fica na altura da rua 100. Nós entramos no Central Park, mais ou menos, na altura da rua 77, lado leste de Manhattan, porque queríamos aproveitar para caminhar. E foi uma boa caminhada num belo dia de Sol! Chegando na floresta, você entra e aproveita a natureza. Árvores, pássaros, sombra. Tem até uma pequena cachoeira. Linda.

Sobre fabiana novello

jornalista que gosta de lugares e histórias
Esse post foi publicado em Lugares, Viagem e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Três lugares

  1. Leda disse:

    Ai que amor este texto! Adoro curtir NYC com voce!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s