A miséria de São Paulo

Por Fabiana Novello

Barracos construídos sobre um córrego, Jardim Peri.

Jardim Peri, zona norte de São Paulo. O calor era quase insuportável. A rua principal é asfaltada, mas estreita, de duas mãos. Bastava um ônibus passar para o trânsito parar.

Casas de alvenaria, uma colada na outra, uma nos fundos da outra. Cômodos construídos uns sobre os outros. Botecos… À medida que se avança pelas ruelas, o asfalto desaparece. Chão de terra. Barracos feitos com restos de madeira, muito pequenos, frágeis. Muitos construídos sobre o córrego onde há mais esgoto e lixo do que água.

É por uma ponte de madeira feita pelos moradores que se chega ao outro lado. Mato. Sujeira. Montanhas de lixo. Ratos. Cinco meninos correm de um lado para outro, descalços. Andam pelo lixo, brincam, se arriscam na beira do córrego. “Tira uma foto minha”, pede um garoto de 6 anos, feliz com a movimentação daquele dia na favela em que mora.

Mais um entre tantos lugares ignorados de São Paulo. Onde políticas públicas são raras. Lugar que só é visitado em ano de eleição. Lugar onde a cidade, que se orgulha de ser a mais desenvolvida do país, se revela miserável, desigual, abandonada.

Sobre fabiana novello

jornalista que gosta de lugares e histórias
Esse post foi publicado em Lugares, São Paulo e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A miséria de São Paulo

  1. A cidade, no meu olhar de arquiteto e urbanista, é uma sobreposição de sobreposições, um imenso organismo que absorve o que a nutre e descarta o que não possui tal capacidade. Favelas, bairros pobres e moradores de rua para a cidade sem coração são estes elementos que a ela não serve, e assim ficam em enesimo plano, e só servem para políticos prometedores e para serem cenário de tragédias e notas policiais. Há esperança sim, como vemos em Heliopolis, quando almas iluminadas como Baccarelli promovem oportunidades, mas ainda é preciso mais para que, de elementos desprezados, isso tudo se torne um grande alimento social, como que numa alquimia urbana somente possível com a sensibilidade humana.

  2. Alecir Macedo disse:

    Fabiana,
    Parabéns pelo texto e sua visão da realidade!

    Moro bem perto deste local, aliás, ali consta na agenda 2012 do prefeito Kassab a construção de um parque linear em andamento. Andamento apenas no papel, algum tempo atrás estive consultando a situação da agenda e visitei este local para confirmar se estava em execução alguma obra, o que encontrei você registrou agora. Pode ter certeza de que muitos candidatos passaram por ali na recente campanha eleitoral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s