O circo

Por Leda Letra*

Não lembro ao certo quantos anos eu tinha. Talvez três ou quatro. Talvez cinco. Mas era um dia importante. Sábado ou domingo? Não sei. Mas minha mãe escolheu meu melhor vestido. Sapatinho fechado, meias curtas brancas com rendinha na altura do calcanhar.

Na nossa rua, no bairro da Casa Verde, na zona norte de São Paulo, não passava táxi. Então tivemos de andar uns quadro blocos até a esquina. Parecia que meu pai estava irritado porque nenhum táxi passava. Finalmente, chegou. E eu só observando. Onde ficaria o circo? Chegamos. Quanto encanto! Magia!

Sentamos eu, meus pais e minha irmã. Tinha pipoca e algodão doce. Eu gostei do mágico, dos palhaços. Amei o leão, os elefantes. E que coragem a dos trapezistas! Era tudo muito mágico ali. Um moço chegou e perguntou se podia tirar uma foto nossa. Meu pai perguntou o preço e disse que sim. Click! As atrações continuavam, um mundo de encanto diante dos meus olhos. No final do espetáculo, o moço voltou e nos entregou um monóculo bem pequeno, vermelho. Quando o coloquei em um dos meus olhos, vi nossa foto lá no fundo! Passei vários dias com o monóculo na mão, revendo a foto. Era como reviver aquele dia tão especial. Sei que muita gente não gosta de circo. Mas o circo da minha infância vai ter para sempre um lugar no meu coração.

*Leda Letra é jornalista

Sobre fabiana novello

jornalista que gosta de lugares e histórias
Esse post foi publicado em Lugares e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para O circo

  1. Eu sempre achei circo um lugar triste. Acho o palhaço triste, as pessoas sofridas, não sei. Impressões… O texto ficou lindo! Obrigada por colaborar.

  2. Renata disse:

    eu sempre tive medo de palhaço. tenho medo até hoje, haha. mas fiquei imaginando a letrinha de meia branca com rendinha. amei o texto 😉

  3. Leandro Unes disse:

    No circo voltamos a ser criança, sonhar, imaginar, viver e sorrir. Tenho um filha de 4 anos, já fomos umas 10 vezes no circo, assim como meus pais faziam comigo, quando ainda frequentava o ‘Circo do Biruta’ no Jardim Santo Elias, em Pirutuba. Viva o circo! E viva a pipoca, os doces e a alegria!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s