Cartagena de Indias

Por Fabiana Novello

Vista da muralha de Cartagena de Indias, Colômbia

“…bastou dar um passo dentro da muralha para ver em toda a sua grandeza a luz malva das seis da tarde, e não consegui reprimir o sentimento de ter tornado a nascer”. Quando tinha 21 anos, o escritor Gabriel García Márquez, segundo o que diz em sua autobiografia “Viver para Contar”, saiu de Bogotá para viver em Cartagena de Indias durante um tempo. E ainda hoje tem uma casa lá. A cidade da costa caribenha da Colômbia está presente em suas histórias. Estar em Cartagena é lembrar de García Márquez. Pelo menos pra mim, que sou sua leitora.

No aeroporto, um outdoor diz que lá tem Sol e calor o ano todo. Eu cheguei com chuva. Consequência do fenômeno La Niña. A chuva e a invasão do mar deixaram vários quarteirões alagados. E por causa da maré alta, não pude visitar algumas ilhas próximas.

A beleza de Cartagena definitivamente não está na praia. Está na muralha, na cidade amuralhada que foi cercada há centenas de anos para se proteger de ataques. Passar pela muralha é encontrar as cores. Construções antigas belíssimas, praças, restaurantes, bares, artesanato, hotéis luxuosos e caríssimos como o que fica no antigo convento Santa Clara.

Em novembro, há as tradicionais festas de Cartagena, algumas celebram a sua independência. Em 2010, muitas comemorações foram canceladas por causa da chuva. Eu pude acompanhar uma corrida de carros (desses que são um pouco maiores que kart) pelas ruas da cidade amuralhada e uma brincadeira que seus moradores fazem todos os anos. Eles seguem, munidos de sprays de espuma, até a cidade amuralhada e a brincadeira é justamente jogar espuma no outro (eu escapei!). Também nessa época ocorre o concurso de Miss Colômbia. O concurso é levado tão a sério que há inclusive um escritório oficial na cidade amuralhada. E as candidatas participam de vários desfiles e atividades até ser escolhida a que vai representar o país no Miss Universo.

Em Cartagena, a comida é boa, o clima pra quem gosta de calor é maravilhoso e as pessoas são simpáticas, alegres. E ainda dá pra andar pela muralha e de lá olhar o mar e o Sol se pondo.

Sobre fabiana novello

jornalista que gosta de lugares e histórias
Esse post foi publicado em Cidades e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Cartagena de Indias

  1. Luciana Novello disse:

    Uma imensa vontade de conhecer a América Latina!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s